Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]

ADAPTAÇÃO DE KAMIGAMI NO ITADAKI REVELA DATA DE ESTREIA

ADAPTAÇÃO DE KAMIGAMI NO ITADAKI REVELA DATA DE ESTREIA
Adaptação de Kamigami no Itadaki revela Data de Estreia

O Cartoon Brew, site de notícias focado em conteúdo de animação, reportou que a produção francesa, em animação 3D, que adapta The Summit of the Gods (Kamigami no Itadaki), manga de Jiro Taniguchi, tem data de estreia marcada para 2021.

Além desta informação, começou a ser transmitido um teaser e foi revelada a equipa técnica. Todo este conteúdo foi anunciado no Annecy International Animation Film Festival.

 

Adaptação de Kamigami no Itadaki revela Data de Estreia

 

 

Equipa Técnica de The Summit of the Gods (Kamigami no Itadaki)

  • Patrick Imbert (Ernest & Celestine) está a realizar o filme e co-escreveu com Magali Pouzol, com a colaboração de Jean-Charles Ostorero;
  • David Coquard-Dassault (Peripheria) está encarregue da direcção de arte;
  • Amine Bouhafa está a compor a música;
  • Diaphana Distribution vai distribuir o filme em França enquanto que a Wild Bunch International tem os direitos de distribuição internacionais;
  • Didier Brunner (The Triplets of Belleville, Kirikou and the Sorceress) está a produzir o filme.

Quando o filme foi revelado em 2015, Eric Valli e Jean-Christophe Roger estavam listados como realizadores e Julianne Films como estúdio/produtora.

 

A Cartoon Brew descreve o filme como um híbrido de animação 2D/3D. A equipa técnica do filme mencionou que estão com a produção atrasada devido aos efeitos causados pela surto de COVID-19.

 

Adaptação de Kamigami no Itadaki revela Data de Estreia

 

O manga é também ele uma adaptação, por sua vez de um livro de Baku Yumemakura.

Sinopse:

A história segue Fukamachi, um entusiasta por fotografia de natureza que descobre uma ligação com o passado em Kathmandu, Nepal. Descobre uma câmara que terá pertencido a George Mallory, um alpinista que desapareceu no Everest. Depois de conhecer Habu Joji, um célebre alpinista, aliam-se para desvendar este pedaço perdido de história.

 

O manga foi publicado na Business Jump (Shueisha) e a companhia europeia Fanfare / Ponent Mon editou a obra em inglês. O primeiro volume foi nomeado para um Ignatz em 2010, mas não alcançou a vitória. A edição traduzida do quarto volume foi nomeada para um Eisner em 2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]