Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]

24RD TEZUKA OSAMU CULTURAL PRIZE ANUNCIA VENCEDORES

24RD TEZUKA OSAMU CULTURAL PRIZE ANUNCIA VENCEDORES
24rd Tezuka Osamu Cultural Prize anuncia Vencedores
Esta terça-feira (28 de abril de 2020), o jornal Asahi Shimbun anunciou os vencedores para a 24ª edição dos Tezuka Osamu Cultural Prize Awards.
Os galardões comemoram as contribuições do pioneiro mangaka Osamu Tezuka (Astro Boy/Mighty Atom, Kimba the White Lion/Jungle Emperor, Phoenix, Black Jack) ao reconhecer os manga que melhor seguem a sua tradição.

24rd Tezuka Osamu Cultural Prize anuncia Vencedores


Grande Prémio:

“Nyx no Lantern” de Kan Takahama | LEED Publishing

24rd Tezuka Osamu Cultural Prize anuncia Vencedores

Sinopse: A história decorre no ano de 1878, em Nagasaki, e concentra-se numa rapariga chamada Miyo que possui o poder de ver o futuro ao tocar em objetos. Ela aprende sobre o novo mundo ao seu redor através de uma série de itens que chegam de Paris.

Prémio Novo Criador:

“Mizu wa Umi ni Mukatte Nagareru” de Rettō Tajima | Kodansha


Sinopse: A história é centrada em Naotatsu, um rapaz que se muda para casa do seu tio para frequentar uma nova escola, porém acaba por a partilhar não apenas com o seu tio isso mas também com outros três estranhos.

Prémio Obra Curta:

“Muchū sa, Kimi ni” de Yama Wayama | Enterbrain

Sinopse: Uma compilação das “páginas” do manga BL “Ushiro no Nikaidō”, de Wayama, com uma história original de 30 páginas.

O comité também concedeu o Prémio Especial ao falecido Machiko Hasegawa, que completaria 100 anos no dia 20 de janeiro de 2020. Hasegawa é mais conhecido como o criador do manga Sazae-san que inspirou o anime com o mesmo nome e que detém o Recorde Mundial do Guinness para a série animada de maior duração. O jornal Asahi Shimbun havia agendado uma cerimónia de entrega de prémios, em Tóquio, no dia 4 de junho de 2020, no entanto devido à pandemia do novo coronavírus (COVID-19), foi forçado um adiamento sem data definida. O vencedor do Grande Prémio receberá uma estátua de bronze e 2 milhões de ienes (cerca de 17 mil euros), enquanto os outros vencedores terão direito também a uma estátua de bronze e a 1 milhão de ienes (cerca de 8 mil euros).
O comité deste ano – constituído por Anne Watanabe (atriz), Kazuki Sakuraba (autor),Osamu AkimotoMachiko Satonaka e Tarō Minamoto (criadores manga), Shōhei Chūjō (professor e estudioso), Nobunaga Minami (crítico manga) e Tomoko Yamada (autor e investigador de manga) – selecionou os nomeados através de títulos recomendados por especialistas e trabalhadores de livrarias. Para ser elegível, o manga teve que ter um volume compilado publicado em 2019.
No ano passado, estiveram nomeados 11 títulos, tendo o Grand Prize sido atribuído a Jitterbug The Forties (Sono Ko, Jiruba), de Shinobu Arima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]