Full width home advertisement

Analise ao Vivo My Hero Academia 335

Post Page Advertisement [Top]

SHONEN JUMP: EDIÇÕES IMPRESSAS SOFREM QUEDA DE VENDAS E CIRCULAÇÃO

SHONEN JUMP: EDIÇÕES IMPRESSAS SOFREM QUEDA DE VENDAS E CIRCULAÇÃO

 

Shonen Jump / Shueisha / Divulgação

No último sábado (13) foram divulgados pela Associação de Editoras de Revistas do Japão (Japan Magazine Publishers Association, ou JMPA) os números referentes a circulação de cópias de publicações impressas no país.

Através dos dados numéricos, foi possível constatar que a famosa antologia japonesa de mangás Weekly Shonen Jump amargou mais uma queda de tiragens durante o ano de 2021, com 1.422.766 exemplares semanais. Os valores são os menores desde o terceiro trimestre anual (entre julho a setembro), onde a revista atingiu a quantidade de 1.371.818 de cópias por semana, sendo parte de uma tendência que vem se perpetuando a aproximadamente 8 anos, de acordo com a própria JMPA. Confira:

JMPA / Divulgação

Para se ter uma ideia do quanto a redução foi significativa, durante o ano de 2020, o almanaque da editora Shueisha mantinha uma média de 1.599.000 unidades circulando, havendo uma diminuição de pouco mais de 176 mil edições, e comparado ao auge da revista, a diferença fica ainda mais esmagadora. Em 1994, 6,53 milhões de cópias da Shonen Jump chegavam até os japoneses semanalmente, sendo esse o maior pico de exemplares já atingido.

É importante informar que a circulação, ainda que esteja relacionada não representa o mesmo valor de vendas, embora tiragens mais baixas possam estar ligados à baixa demanda de vendas por lojistas, todavia, através dos números divulgados não é possível determinar quantos volumes foram adquiridos por consumidores e quantos seguem à venda nas lojas e livrarias.

A JMPA mede através de seus relatórios apenas a circulação de material impresso e não há números divulgados pela Shueisha referentes às vendas de edições digitais da Jump, feitas por meio da plataforma Shonen Jump+, que ao serem comparados com o de edições físicas circulando, poderiam indicar uma migração do público consumidor para as versões digitais da revista.

Vale também destacar que o fenômeno de baixas tiragens não vem afetando só a Jump, mas também suas rivais de mercado. A Weekly Shonen Magazine, da editora Kodansha alcançou até o momento apenas 530.326 cópias semanaisquantia bem inferior à média de 610.661 exemplares ao longo de 2020, e a Weekly Shonen Sunday, da Shogakukan, encolheu de 227.979 edições para modestas 198.542 cópias, atingindo pela primeira vez em sua história um valor abaixo de 200 mil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]