Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]

SONY EM NEGOCIAÇÕES FINAIS PARA AQUISIÇÃO DA CRUNCHYROLL

SONY EM NEGOCIAÇÕES FINAIS PARA AQUISIÇÃO DA CRUNCHYROLL

 SONY em Negociações Finais para Aquisição da Crunchyroll

A Sony entrou nas negociações finais que poderão resultar na compra da Crunchyroll, serviço de streaming norte-americano especializado em anime, manga e relacionados. Esta manobra da Sony poderá catapultar a gigante japonesa para a guerra de serviços streaming, da qual faz parte marcas como a Netflix.

Nesta aquisição, a Sony poderá ter de investir para cima de 820 milhões de euros, mas absorverá os 70 milhões de membros que utilizam a plataforma (pertencentes a mais de 200 países e regiões), dos quais fazem parte 3 milhões que se encontram subscritos ao serviço premium da plataforma.

Em 2017, a Sony fez uma aquisição semelhante, ao comprar a Funimation, uma empresa norte-americana semelhante à Crunchyroll, mas exclusiva aos Estados Unidos e com conteúdo dobrado em inglês. Nessa aquisição, a Sony absorveu 1 milhão de subscritores do serviço premium da Funimation.

Com a passada aquisição da Funimation e agora com a da Crunchyroll, a Sony pavimenta a possibilidade de um novo casamento entre as duas plataformas, criando um serviço único que disponibiliza simultaneamente anime dobrado e anime legendado, à semelhança do que a Netflix faz com uma boa parte dos seus títulos anime.


SONY em Negociações Finais para Aquisição da Crunchyroll

O passado poderá estar próximo de se repetir.

 

Estima-se que os lucros da Sony, no que diz respeito a música, filmes e jogos, totalizem para cima de 4 mil milhões de euros no ano fiscal que finda em Março de 2021. Estes lucros representam 60% dos ganhos do grupo Sony.

A companhia que outrora fora conhecida pelas suas televisões (Trinitron) e leitores de cassetes (Walman), transformou-se num colosso do entretenimento global e agora tenciona expandir-se para o universo da animação japonesa.

O surto de COVID-19 aumentou o consumo de entretenimento e, consequentemente, os serviços de streaming verificaram um aumento de visualização e, portanto, uma natural intensificação da competição.

De acordo com a Associação da Animação Japonesa, o mercado mundial de anime, em 2018, valia 18 mil milhões de euros, o que representa um valor 1.5 vezes acima relativamente há 5 anos. Os mercados internacionais ao Japão, representam quase metade desse valor.

No caso desta compra se verificar, muita coisa boa poderá surgir, tanto para o lado da indústria anime como para o lado do consumidor. Resta-nos esperar.

SONY em Negociações Finais para Aquisição da Crunchyroll

Por enquanto, a Crunchyroll é uma companhia da WarnerMedia e uma das marcas de anime mais populares do mundo. Os utilizadores possuem acesso ao maior catálogo de anime licenciado do mundo, através dos serviços da Crunchyroll, da Anime Digital Network (em parceria com a Citel, uma subsidiária da Média-participations) e do Anime on Demand, com conteúdo traduzido em múltiplos idiomas.

Os assinantes também possuem acesso a simulcasts, séries populares disponíveis nas plataformas logo após a transmissão na TV japonesa. Por fim, a Crunchyroll também actua como distribuidora e licenciante de direitos de exibição em cinema, TV, home video e produtos oficiais.

A marca também interage com os fãs de anime através de eventos (incluindo eventos próprios como a Crunchyroll Expo, o Anime Awards, as Crunchyroll Movie Nights e as KAZÉ Movie Nights), produtos oficiais de e-commerce e parceiros retalhistas (Crunchyroll, KAZÉ, AV Visionen), os jogos da Crunchyroll Games e da KAZÉ Games, e dos acervos de mangá (KAZÉ Manga, Crunchyroll Manga).

A Crunchyroll foi fundada em 2006 e tem base em San Francisco, com escritórios em Los Angeles, Tóquio, Paris, Lausanne, Berlim (AV Visionen) e Chisinau (Ellation). VRV (EUA) e Eye See Movies (Alemanha) também são marcas Crunchyroll.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]