Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]

AHIRU NO SORA – CRIADOR CRITICA ADAPTAÇÃO ANIME

AHIRU NO SORA – CRIADOR CRITICA ADAPTAÇÃO ANIME
Kuzuryū High | Ahiru no Sora Wiki | Fandom

Takeshi Hinata, o criador do manga Ahiru no Sora tweetou recentemente pensamentos negativos sobre a liberdade artística tomada pela série anime.

Na passada sexta-feira (3 de julho de 2020), o mestre retweetou um tweet feito pela conta oficial de relações públicas do anime e comentou: “És/É o pior.” (desde então a conta oficial do anime apagou o tweet em questão.) Foi então que ele fez um print screen do tweet em casa e tweetou: “Se vão fugir, então nem vale a pela começarem”.

A imagem presente no tweet mostra os olhos de uma personagem brilharem de uma forma que levou comentadores a destacarem a sua parecença com Kuroko no Basket.

 

Ahiru no Sora – Criador critica Adaptação Anime:

 

Noutro tweet, também postado na sexta-feira passada, Hinata-sensei explicou alguns dos sentimentos que deram origem aos recentes comentários sobre o anime.

Tenho estado a receber uma série de mensagens diretas, as quais me fizeram pensar: ‘É a diomédea, por isso não há nada a fazer’. Parte de mim quer dizer isso, mas não consigo reunir forças para o fazer já que se trata do meu próprio manga. Se causei desconforto aos fãs daquele projeto, então peço desculpa. Quero também pedir desculpa àqueles que são verdadeiros leitores de Ahiru no Sora. Penso que a direção do anime é decepcionante e terrível. Peço desculpa mais uma vez.

 

Anteriormente, o mestre já havia sido crítico de adaptações do seu trabalho. No 39.º volume do manga original, escreveu que havia sido abordado em duas ocasiões para organizar uma adaptação da sua obra, mas que recusou ambas porque terminavam com o protagonista a jogar na NBA.

 

Ahiru no Sora - Criador critica Adaptação Anime

 

Recordamos que o anime estreou no Japão a 2 de outubro. A série será composta por quatro cours.


Takeshi Hinata lançou o manga na Weekly Shōnen Magazine (Kodansha) em 2003. A Kodansha lançou o 50º volume em novembro de 2018.

O título é frequente listado entre os manga mais vendidos no Japão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]